BE está solidário com o CDS com o caso das acusações de xenofobia

O Bloco de Esquerda da Covilhã está solidário com o CDS. Este apoio surge na sequência do caso das acusações de xenofobia à candidata à Junta de Freguesia de São Francisco de Assis, que detem o apoio do Partido Socialista.

Em comunicado, a candidatura de João Corono afirma que “para além da transparência, da qualidade de vida, da participação mais ativa dos cidadãos, é bandeira do Bloco de Esquerda nestas eleições autárquicas, que ninguém fique de fora: todos incluídos”.

O Bloco acrescenta que “o direito à diferença e o combate ao preconceito e a todas as formas de discriminação e exclusão fazem parte da matriz e dos princípios do BE”.

Uma posição que leva o Bloco a afirmar que “perante o que foi proferido pela candidata independente e a constatação de que não parece ter sido apenas um dia mau para a candidata, […] não pode o BE da Covilhã, deixar de condenar a forma como se dirigiu ao seu opositor, numa atitude com características xenófobas e discriminatórias impensáveis numa candidata às eleições autárquicas do concelho da Covilhã. Concelho de gente solidária e inclusiva”.

O BE conclui o comunicado afirmando que não pretende “defender ou combater qualquer dos candidatos”, acrescentando que aqui não “estão em causa opções políticas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *