“Vontade de Mudar” promete proximidade, verdade, rigor, transparência, inclusão e serviços públicos

Proximidade, verdade, rigor, transparência, inclusão e serviços públicos, são as palavras em que assenta o compromisso eleitoral da coligação “Vontade de Mudar” para os próximos 4 anos, que esta terça-feira apresentou em conferência de imprensa.

Para a “verdadeira Vontade de Mudar”, Marco Baptista apresenta 85 medidas para efetuar ao longo de 4 anos, sendo que 13 delas são para implementar nos primeiros 100 dias de mandato. O candidato afirma que, com as suas medidas, irão colocar o município da Covilhã “na vanguarda do municipalismo português”. Aumentar a qualidade de vida e incrementar a competitividade do concelho, baixar o IMI e IRS, criar a via verde para o licenciamento das sedes de coletividades, oferecer refeições e manuais escolares, são algumas das medidas a implementar nos primeiros 100 dias, sem esquecer a revitalização do centro histórico. Medidas que pretendem “arrumar a casa”, com a certeza que “nada se faz de um dia para o outro” afirma. Acrescenta que está satisfeito com a campanha que está a realizar e passa uma mensagem de “esperança e credibilidade que o eleitorado está a aceitar”.

O programa eleitoral da coligação PSD/PPM assenta em 85 medidas, que foram apresentadas aos jornalistas por Jorge Saraiva. No topo das medidas, a “Vontade de Mudar” coloca a alteração à forma de a própria autarquia funcionar. Pretendem implementar a gestão por objetivos e aumentar a transparência, o que passa, por exemplo, pela reformulação do website do Município. Irão ainda implementar “o dia aberto do município para melhor atender as necessidades das pessoas”. A descentralização é também palavras de ordem, onde a coligação PSD/PPM pretende combater este problema ao abrir um balcão único de atendimento aos munícipes em cada uma das freguesias do concelho. A precariedade ao serviço da Câmara Municipal também tem os dias contados. Uma das medidas a adotar é acabar com todos os recibos verdes ao serviço da autarquia.

O turismo é outro dos temas que “necessita intervenção urgente” para potenciar as condições naturais e promover a qualidade ambiental. Esta é uma medida que pode ser fator de valorização turística e da agricultura, o que pretendem realizar de forma concertada com outros municípios. A associação com outros municípios será também fundamental para a resolução dos problemas da água e saneamento na região. Para isso, a equipa de Marco Baptista propõe a criação de um sistema multimunicipal para este setor. Ainda na área ambiental, outro dos objetivos é promover a reflorestação da Serra da Estrela e programas de combate a incêndios com a vigilância de jovens em programas de ocupação de tempos livres. Será ainda importante a criação de parques eólicos para produção de energia.

A coligação PSD/PPM considera como crucial a criação de emprego, e por isso pretendem requalificar o centro histórico com essa finalidade, remodelando os edifícios municipais naquela área para a criação de espaços a serem ocupados por jovens empreendedores. Considera ainda importante a criação de um gabinete dedicado ao emprego na própria autarquia.

O movimento liderado por Marco Baptista pretende ainda a implementação de um programa dirigido aos mais jovens e de promoção da alimentação saudável, onde o movimento afirma que “a autarquia terá que garantir que nenhuma criança ou jovem abandona a escola”. A criação de uma biblioteca itinerante, a carta desportiva onde estejam identificadas todos os equipamentos disponíveis, e a organização de planos de mobilidade dentro da cidade, com transportes públicos amigos do ambiente e que realmente sirvam as populações são outras das medidas que apresentam para os próximos 4 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *