Coolabora mantém instalações por mais 10 anos

A cooperativa de intervenção social assinou ontem com a Câmara Municipal da Covilhã um protocolo em que o município cede, por mais 10 anos, as instalações que atualmente ocupa no edifício do antigo ciclo.

“Um dia de festa para a instituição”, referiu Graça Rojão, que assim respira de alívio uma vez que é “uma preocupação a menos, já que a Coolabora depende de financiamento publico e a possibilidade de ter sede no centro da cidade é fundamental”. Acrescenta que, para além da instituição, é também importante para “animar o centro da cidade”. Uma importância reforçada com o número de ações que desenvolvem ao longo do ano, “mais de 100 iniciativas o que demonstra a utilização intensiva do espaço”.

Vítor Pereira garante que é uma forma de dar estabilidade à cooperativa que “se substitui muitas vezes à autarquia no trabalho que realiza”. Razão porque “não estão a conceder nenhuma benesse mas sim a fazer justiça”. Recordar que para o espaço onde funciona a Coolabora está previsto a construção do Centro de Inovação Social, obra realizada com fundos comunitários e que está nesta altura “em fase de candidatura” diz Vítor Pereira. Daí também a relevância do documento agora assinado que garante que “mesmo que tenham que sair para se realizarem as obras, há a certeza que regressam depois”, afirmou o Presidente da autarquia, acrescentando que nesse interregno a câmara irá dar à colabora as condições para funcionar.

Dizer que a Coolabora é uma cooperativa de intervenção social criada em 2008. Entre outras valências tem em funcionamento o gabinete de apoio à vítima de violência doméstica do concelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *