CPLP vai sediar-se na Covilhã

A Covilhã acolhe o único organismo autónomo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, a instalar-se fora de Lisboa e das restantes capitais dos países integrantes.

Trata-se da União dos Jovens Empresários Empreendedores da CPLP que vão ficar sediados no Parkurbis – Parque de Ciência e tecnologia da Covilhã. Este é um organismo autónomo diretamente ligado à Confederação dos Empresários da CPLP.

Filipe Lourenço, presidente indigitado, considera que “num futuro próximo o lançamento deste organismo irá fazer toda a diferença”. Com a criação deste organismo “volta a fazer-se história e potencia-se para o futuro”. A existência de uma universidade na Covilhã, com potencial para o estreitar de laços e saberes entre os jovens empresários, foi um dos pontos apontados por Filipe Lourenço para a escolha da Covilhã.

Presente na apresentação do organismo esteve o Secretário-geral da Confederação do Empresários da CPLP. Aos jornalistas o mesmo referiu que “a criação desta estrutura na Covilhã é o prosseguimento da estratégia da própria CPLP, que passa pelo estreitar de relações entre os jovens empresários da Comunidade agora a partir da Covilhã”.

Para o responsável pelo Parkurbis, Jorge Patrão, “é motivo de satisfação a descentralização do organismo”, para se instalar no Parque de Ciência de Tecnologia da Covilhã. Jorge Patrão realça “a abertura” que este organismo, estando no seio da CPLP, pode trazer às empresas da região. A CPLP é constituída por 9 países membros mas existem muitos outros ligados à Comunidade como observadores. Para o responsável pelo Parkurbis “se este movimento contribuir para que as empresas dos vários tragam enriquecimento comercial e cultural temos o resultado perfeito”.

Nesta cerimónia estiveram presentes delegados da Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe, Moçambique, Angola, Brasil, Timor Leste e Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *