Estrelódromo nas Cortes do Meio

Foi apresentado na passada sexta-feira, um projeto que visa a restruturação do turismo na beira interior. O objetivo do novo empreendimento é dar nova dimensão ao turismo no concelho que vai nascer nas Cortes do Meio, projeto concebido por intermédio do empresário Pedro Castro. Este projeto representa um investimento de 8,5 milhões de euros e criará 22 postos de trabalho e ficará localizado nas ruinas de uma antiga instalação mineira. O nome do projeto proposto à Beira Interior é Estrelódromo, cujo objetivo é a “renovação e rejuvenescimento do centro de Portugal”. A previsão de início de obras está agendada para Junho do próximo ano.

Segundo Paulo Lobato, um dos arquitetos responsáveis pelo projeto, “um empreendimento quer abrir a oferta turística da região a um público diferente, entrando na vertente de luxo”.

O presidente da Camara Municipal da Covilhã  refere que este “é um projeto que vem reforçar ainda mais a posição do concelho nesta matéria”. O autarcar adiantou ainda que “nesta altura o concelho só por si tem mais dormidas que Castelo Branco, Fundão, Guarda, Belmonte, Gouveia e Seia no seu conjunto”. De resto, acrescentou o autarca, “o turismo nesta região pode vir a ter um novo folego quando for aprovada a candidatura que foi submetida à Unesco para a classificação da região da Serra da Estrela como Geopark”.

Quanto ao novo empreendimento turístico, que irá nascer nas Cortes do Meio, é um investimento que terá o custo de aproximadamente 8,5 milhões de euros e que criará 22 postos de trabalho. O projeto está a ser delineado desde 2015 e abrangerá cerca de 100 hectares de terreno, parte dos quais integrados em zona do Parque Natural da Serra da Estrela. Segundo o referido, o empreendimento será desenvolvido em duas fases, sendo que a primeira implica um investimento de 5,2 milhões de euros e compreende a construção de oito espaços distintos, com capacidade para 48 pessoas e que serão construídos com base nas antigas edificações.

Centrado numa ligação entre o turismo de luxo e o turismo de natureza, o empreendimento contará com ginásio, jacuzzi, zonas de spa, bem como piscinas interiores em diferentes unidades de alojamento e as quais podem ser abertas para criar piscinas exteriores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *