Protesto dos enfermeiros especialistas sem repercussões no CHCB

O protesto dos enfermeiros especialistas em saúde materna não está a ter repercussão no serviço no Centro Hospitalar Cova da Beira, garante o presidente do conselho de administração.

Em declarações à Rádio Clube da Covilhã, João Casteleiro garante que “o serviço na Maternidade e sala de partos está a decorrer dentro da normalidade”, o que acontece, “graças à consciência dos profissionais de que neste hospital a maternidade é essencial e todos os profissionais colaboram no sentido de que as coisas corram pelo melhor”.

Recordar que os enfermeiros especialistas em saúde materna estão em protesto desde segunda-feira e a assegurar apenas cuidados indiferenciados de enfermagem, em protesto contra o não pagamento dos seus serviços especializados. Segundo a Ordem dos Enfermeiros, que apoia os profissionais neste protesto, existem cerca de 2.000 enfermeiros que, apesar de serem especialistas, recebem como se prestassem serviços de enfermagem comum. No Centro Hospitalar Cova da Beira existem 8 enfermeiros nesta situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *