Dadores de Sangue com sede ampliada

Após vários anos a reclamar a ampliação da sede, finalmente o objetivo foi conseguido. Nas comemorações do 29º aniversário, Luísa Branco afirmou que “estava aos olhos de todos a necessidade e só a falta de vontade política não resolvia o problema. Com diálogo foi possível chegar a acordo com a autarquia e saímos todos a ganhar”, disse. Recordar que paredes meias com os Dadores de Sangue funcionava a sede da Associação de Basquetebol de Castelo Branco. Desde há muito que a Associação se dispôs a mudar de instalações para que os dadores ocupassem a totalidade do espaço. Um objetivo só conseguido com a mudança da ABCB para o Condomínio Associativo da Covilhã inaugurado em Abril.

A falta de espaço na sede dos dadores de sangue da Covilhã implicava que semanalmente viesse de Coimbra todo o material necessário para a recolha na Covilhã. Algo que agora se evita, “poupando tempo e dinheiro”, diz Luísa Branco. A presidente do Grupo reforça que “finalmente acabou a saga, agora há condições para todos os que querem ir dar sangue, sem terem que esperar ao sol ou chuva, assim será mais fácil captar novos dadores, o que é fundamental” afirma a responsável. Dizer que o grupo na Covilhã tem cerca de 1850 dadores efetivos.

Nas comemorações do aniversário do grupo covilhanense esteve Joaquim Silva da Federação das Associações de Dadores de Sangue. Para aquele responsável o panorama do sangue em Portugal “é nesta altura estável, embora com algumas lacunas, que se sentem fundamentalmente nos meses de verão, problema colmatado com a boa gestão que os hospitais fazem do sangue, para além de que quando há necessidade e os dadores são chamados dizem sempre presente” reforçou.

Informar ainda que para ser dador basta ter mais de 18 anos, pesar mais de 50kg e ser saudável.