Grupo “Os Mosqueteiros” entrega 10 fatos de proteção aos Bombeiros Voluntários da Covilhã

O grupo “Os Mosqueteiros” entregou ontem, ao final da tarde, 10 fatos de proteção completos aos Bombeiros Voluntários da Covilhã. Este é o resultado da campanha que decorreu durante o mês de agosto em todo o país, com a venda do livro “Bombeiro dos pés à Cabeça”, um livro infantil que tenta incutir nas crianças que todos nós podemos ter um papel ativo para evitar um incêndio e que por essa razão todos deveremos ter um pouco de bombeiro.

Este ano, a intenção era entregar 500 fatos em todo o país, mas, diz João Magalhães, sócio gerente do Intermarché Covilhã e administrador do Grupo, “após a tragédia de Pedrogão decidiram oferecer mais 500, independentemente dos resultados da venda do livro. É uma forma, de ajudar quem ajuda de forma desinteressada”. A Entrega à corporação da Covilhã aconteceu ontem, uma cerimónia emotiva já que os muitos que compareceram tinham em mente os trágicos acontecimentos do fim-de-semana.

Joaquim Matias, presidente da direção dos Bombeiros Voluntários da Covilhã, reconhece o valor desta oferta, referindo que “são fatos de excelente qualidade, e para além do valor monetário, o gesto em si é muito significativo para a corporação e para todo o corpo ativo”.

Vítor Pereira, presidente da autarquia, salienta o gesto de filantropia do Grupo “os Mosqueteiros” e do seu representante na cidade, não deixando também de reforçar a importância que a grande superfície tem na economia local.

 

No dia em que assinalou os 16 anos de presença na Covilhã, o Intermarché entregou aos Bombeiros Voluntários do Concelho 10 fatos de proteção individual em nome do grupo “Os Mosqueteiros”.

É de referir também que esta não é a primeira vez que o Grupo contribui para equipar os soldados da paz a nível nacional. No passado foram entregues viaturas de combate a incêndios florestais e desde 2014 que o Grupo tem sido um aliado na renovação dos equipamentos tendo até ao momento entregue 1255 fatos completos. Este ano entrega mais 1000 a nível nacional, na Covilhã ficaram 10.