CMC reforça transportes na Quinta Branca

Depois de uma denúncia do vereador do CDS na Câmara Municipal da Covilhã, Adolfo Mesquita Nunes, de que os transportes que servem a Quinta Branca são insuficientes e com horários que não servem a população, nomeadamente a estudantil, Vítor Pereira garantiu na reunião pública que a autarquia está a negociar com a empresa concessionária um reforço de horários para aquela zona.

Em comunicado, a Junta de Freguesia da Boidobra esclarece que também já tinha manifestado o seu descontentamento com a insuficiência de transportes naquela zona.

Em ofício enviado à Câmara da Covilhã a 13 de Novembro, Marco Gabriel, presidente da Junta de Freguesia da Boidobra, denunciava que “a única carreira que serve a Quinta Branca é manifestamente insuficiente para as 31 crianças e adolescentes que a utilizam, bem como para as pessoas que necessitam dos transportes públicos”. Um ofício em que a Junta de Freguesia pedia o “alargamento de transportes para aquela zona”.

Face a esta reivindicação, Marco Gabriel congratula-se com a posição agora assumida pela autarquia. No comunicado, Marco Gabriel critica ainda o facto de Vítor Pereira ter referido na reunião que soube do problema por um morador local, quando a Junta de Freguesia já tinha feito a denúncia. Na reunião pública Vítor Pereira garantiu que após as férias de Natal o problema deveria estar resolvido.