A CMC adquiriu documentos manuscritos da coleção de José Hermano Saraiva

“Dois importantes documentos pertencentes à coleção José Hermano Saraiva foram adquiridos pelo município da Covilhã, em leiloeira de referência nacional”, informa a autarquia em nota de imprensa.

No documento afirma trata-se de “dois documentos manuscritos que outrora pertenceram ao local do “Orondo”, concretamente o Livro da Igreja da Nossa Senhora da Sumpção (1696-1814) e o Livro Assentos da Irmandade das Almas (1775-1848), cujos conteúdos são inéditos e preciosos para a investigação e história da Covilhã”.

Os manuscritos, datados do século XVII e XVIII, vêm cobrir centenas de anos do bispado da Guarda e em particular da igreja paroquial de Ourondo. Editais e determinações dos sucessivos Arcebispos e Bispos da Guarda, com dezenas de letras diferentes sobre a doutrina cristã, festividades, disciplina, abstinências, Santíssimo Sacramento, certificados de visitações, Bulas apostólicas, inventários e outros, enriquecidos por cerca de oitenta selos brancos rendilhados.

Segundo o município, os documentos “irão ser objeto de tratamento de conservação e inventariação, passando a integrar o Fundo Histórico do Arquivo Municipal, com acesso restrito de consulta”.

Por: Gina Almeida