UBI defende a criação do CHUBI

A UBI defende a criação do Centro Hospitalar Universitário da Beira Interior, englobando o Centro Hospitalar Universitário da Cova da Beira (CHUCB) e as Unidades Locais de Saúde da Guarda e Castelo Branco.

Na abertura do 5º congresso médico da Beira Interior, Manuel Lemos, Pró-reitor da UBI defendeu que “só desta forma se ganha escala em saúde e se reivindica valências que de outra forma não virão para o interior”.

Para Manuel Lemos, “é legítimo que as Unidades Locais de Saúde da Guarda e de Castelo Branco reivindiquem para si o estatuto de Universitárias, à semelhança do que aconteceu em agosto com CHUCB. Para o Pró-reitor está na altura de “ir mais longe e criar o Centro Hospitalar Universitário da Beira Interior”.

Defende que “há ganhos em saúde que só se conseguem com escala e esta só se consegue com a união”, acrescenta que “há pareceres de grupos técnicos de reforma hospitalar que defendem este modelo, só falta vontade política para o realizar”.

João Casteleiro, presidente do CHUCB respondeu de pronto no seu discurso. “Não é a criar uma mega estrutura ingovernável que se serve melhor as populações”, afirmou.

Para o João Casteleiro a solução é a “complementaridade, a entreajuda com a distribuição racional de recursos entre as diversas instituições para servir com equidade e justiça as populações”.

Aos jornalistas João Casteleiro afirmou que no “fundo defendem o mesmo resultado final, mas com processos diferentes”. “Para as especialidades que só pode haver uma ou duas no país estamos de acordo, elas têm que estar só num sítio, mas no que toca à assistência de proximidade não é a mesma coisa”. Casteleiro dá como exemplo “não posso dizer a um utente da Sertã para ter uma consulta de dermatologia na Guarda, há coisas que os hospitais todos têm que ter”, referiu.

Para João Casteleiro, a “complementaridade significa que há especialidades que podem estar só num dos hospitais, mas as básicas têm que estar em todos”, defende.

Declarações à margem do 5º Congresso Médico da Beira Interior que decorre até domingo na Faculdade de Ciências da Saúde da UBI com cerca de 400 participantes tem organização do CHUCB, do ACES Cova da Beiras e das Unidades Locais de Saúde da Guarda e Castelo Branco.