Investigação da UBI estuda causas e tratamento dos tumores da hipófise

O projeto coordenado pelo médico e investigador da UBI Manuel Lemos pode contribuir para melhorar o diagnóstico, a prevenção e o tratamento da doença, contando com a parceria de hospitais de várias zonas do país.

Melhorar a compreensão das causas dos tumores da hipófise e, dessa forma, alcançar implicações clínicas importantes no tratamento da doença é o objetivo da investigação que está a decorrer no Centro de Investigação em Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior (CICS-UBI), com abrangência nacional. O trabalho decorre no âmbito do Projeto GenoPit – Fatores de risco genético para tumores da hipófise e é coordenado pelo médico e investigador do CICS-UBI, Manuel Lemos.

Uma vez que os tumores por vezes afetam várias pessoas na mesma família, o “projeto vai tentar identificar os genes herdados que são responsáveis por estes tumores, ou que aumentam significativamente o risco de os desenvolver”, explica Manuel Lemos.

Com esse conhecimento, abre-se a possibilidade de, através de um simples teste genético, prever quem são as pessoas em risco de desenvolver estes tumores e de atuar precocemente para controlar a doença.

O projeto tem um financiamento de 240 mil euros, da parte da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), tem a duração de três anos, vai ser desenvolvido nos laboratórios do CICS-UBI, com a participação da investigadora Catarina Gonçalves. Em aberto está a possibilidade de haver oportunidades para a participação de alunos de mestrado ou de doutoramento da UBI.

Por: Gina Almeida