Afonso Gomes de olhos postos no futuro

“Trabalhar no presente com os olhos postos no futuro” foi o compromisso assumido por Afonso Gomes na cerimónia de tomada de posse para mais um mandato à frente da Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI).

Para o líder da academia “o sucesso do primeiro mandato em áreas como a pedagogia, o desporto, a ação social e o empreendedorismo”, em que foi possível esbater a ideia de que a associação é “mais que a sua área recreativa”, permite que neste segundo ano se possa “olhar para os problemas internos, promovendo alterações que permitam uma dinâmica diferente e coesa”.

Promover o bom relacionamento entre a comunidade e os estudantes é outra das metas, o jovem reforça que “a cidade não pode esquecer os cerca de 1 milhão de euros que os estudantes da UBI injetam na economia local e o povoamento que promovem no centro histórico da cidade”. O alojamento dos cerca de 5000 alunos deslocados foi de novo colocado em destaque. O dirigente considera que é “tempo de passar das palavras aos atos, para a construção de novas residências académicas”.

O desporto continuará a ser aposta forte neste ano. A academia tem cerca de 300 atletas envolvidos no desporto universitário e cerca de 200 federados. Afonso Gomes anunciou que neste campo é intenção formalizar uma candidatura à Federação Académica do Desporto Universitário para em 2020 receber a fase final dos campeonatos nacionais.

Já no campo da política educativa alertou para a lei de bases do ensino superior no que concerne às propinas, “uma vez que a redução anunciada está prevista apenas no Orçamento do Estado para 2019, e poderá ser revertida em 2020”.

A terminar o seu discurso o jovem líder da AAUBI pediu a alteração ao regulamento do Conselho Geral da instituição para que o presidente da associação académica passe a integra-lo “representando de uma forma mais abrangente toda a comunidade estudantil”.

O presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Vítor Pereira, no seu discurso destacou o papel importante que a UBI tem na cidade e na região “A UBI e a distribuição dos estudantes transformaram a cidade num campus e esse é o grande desafio que temos, para dar condições para que aqui permaneçam”.

O Vice-reitor João Canavilhas falou diretamente para os docentes presentes na sala, pediu “mais carinho para todos os que se empenham nos núcleos e na AAUBI, que muitas vezes são prejudicados na sua carreira académica”