Ministro visita obras na Covilhã

Pedro Marques, ministro das Infraestruturas, visitou as obras de requalificação da Linha da Beira Baixa, no dia em que se iniciou a remoção das pontes no troço Covilhã Guarda.

A modernização deste troço da via tem um orçamento global de 77 milhões de euros, 51 milhões em obra física. Os trabalhos deverão estar concluídos em Setembro de 2019, garantiu o ministro. Para governo esta é uma obra considerada fundamental uma vez que “juntamente com a Concordância das Beiras, permitirá a ligação direta com Espanha, o que abre um potencial enorme para o desenvolvimento da região”, reforçou Pedro Marques.

Para Vítor Pereira, presidente da Câmara da Covilhã, os trabalhos de engenharia pesada que agora arrancaram nesta via, são a prova de que a obra vai continuar “permitindo o desencravamento da região, com a sua ligação ao resto do País e à Europa”. Para o autarca, “a ferrovia é uma boa alternativa em termos de transporte, mais barata, mais limpa, com segurança e conforto”.

Iniciou-se esta segunda-feira, 9 de Julho, o desmantelamento das seis pontes no troço Covilhã Guarda, com a retirada da ponte sobre o Zêzere junto à Quinta da França. Os responsáveis garantem que a obra está a cumprir o cronograma e deverá estra concluída em Setembro do próximo ano.