Empresa do Parkurbis cria “app” para medir felicidade no Dubai

Aferir os níveis de satisfação dos habitantes do Dubai foi o desafio lançado pelo Ministério da Felicidade do Emirado, à equipa da Timwe Lab, com sede no Parkurbis- Parque de Ciência e Tecnologia da Covilhã.

Com a aplicação, os responsáveis políticos podem medir a felicidade dos cidadãos em áreas como a saúde, a habitação, o emprego entre muitos outros parâmetros e perceberem o que podem alterar para melhorar os diferentes aspetos, explicou à nossa reportagem Jorge Ramos, responsável pelo Laboratório de Investigação na Covilhã.

Qualquer um de nós pode em Portugal visualizar a aplicação no Google Store, mas apenas funciona no Dubai. O responsável , Jorge Ramos, explica que é uma aplicação (app) “personalizada, tendo inclusive o mapa para fazer medições por região”.

Para além do questionário aos utilizadores “e para a tornar mais apelativa”, a app tem também jogos e “muitas vezes prémios, para além de mensagens do próprio governo”, o que faz com que “um volume considerável já a tenha instalado”.

A “appiness’, escrita sem H, como se diz felicidade em inglês, nasceu no laboratório de investigação da Timwe na Covilhã. A empresa da cidade serrana tem cerca de 30 colaboradores, no entanto a Timwe está espalhada pelo mundo, tendo escritórios em 38 países e mais de 500 funcionários.

A aplicação “abriu novas oportunidades de negócio com o médio oriente” Jorge Ramos diz que “não se pode nesta área falar muito do que estamos a fazer” , mas adianta que o próximo projeto é conseguir medir “diariamente o desenvolvimento da política orçamental do governo para perceber a evolução de acordo com as promessas”.

O responsável pelo Laboratório de Investigação realça que este é um conceito que se pode aplicar a outros países. “Apesar de não existir ministério da felicidade em Portugal, poderia aplicar-se ao da Economia e ao da Cultura. A aplicação é adaptável”, afirmou o diretor à Rádio Covilhã.