“Espaço do Cidadão” a funcionar no Teixoso, Vila do Carvalho e Paul

“Aproximar o estado da população” é o objetivo do Governo com a criação do “Espaço do Cidadão”. Na Covilhã, o Secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro e o Secretário de Estado para a Valorização do Interior João Paulo Catarino, inauguraram ontem 3 destes espaços no concelho. “O serviço de proximidade” que proporcionam foi enaltecido pelos 3 presidentes de junta.

No Teixoso, José Alberto Pais salienta a “importância para a sua freguesia”, mas também para “outras a norte do concelho”, num universo de cerca 8 mil habitantes. Para o autarca, é “importante centralizar estes serviços”, para que a população “numa única deslocação” consiga resolver vários assuntos.

No Paul, o espaço do cidadão ali instalado irá servir uma população de cerca de 7 mil habitantes, a sul do concelho, que assim “evitam deslocações à cidade da Covilhã”, salienta o presidente da Junta Gabriel Gouveia, mostrando-se satisfeito com “esta transferência de competências”, “que faz todo o sentido”, afirma.

Pedro Leitão presidente da União de Freguesias de Cantar-Galo e Vila do Carvalho afirma que com estes espaços, “mesmo a população mais envelhecida, pode tratar dos próprios assuntos sem ficar dependente de terceiros”, acrescentando que “era normal ver pessoas de mais idade perdidas na burocracia e a precisar de ajuda”, que desta forma conseguem “mais facilmente, já que no “mesmo espaço podem tratar de quase todos os temas”, refere. O espaço do cidadão instalado nesta freguesia irá servir cerca de 5 mil pessoas.

“São lojas de proximidade que vêm facilitar a vida das populações, colocando as novas tecnologias ao seu serviço”, salientou o presidente da Câmara, Vítor Pereira, que reforça a sua importância com os números do Balção Único na Covilhã, “que no ano passado atendeu cerca de 58 mil pessoas”, o que “atesta bem a importância destes balcões para os cidadãos”.

“São pequenos espaços com grande significado”, reforçou o Secretário de Estado da Valorização do Interior João Paulo Catarino. Para o governante, “a abertura de serviços, ao contrário dos encerramentos a que assistimos durante anos”, são atos “concretos de defesa do interior por parte do governo e não só o discurso”.

Luís Goes Pinheiro, Secretário de Estado da Modernização Administrativa, no momento de abrir oficialmente o último espaço ontem inaugurado, no Teixoso, deixou um desafio a Vítor Pereira, para que “ali coloque também alguns serviços da Câmara e da própria Junta”, para que no mesmo espaço, neste caso instalado nos correios, “possam ser tratados todos os assuntos”. O secretário de estado reforçou que “é importante ter o governo próximo dos governados”.

Recordar que os “Espaços do Cidadão” são pontos de atendimento que reúnem serviços num único balcão, da administração central, local e de entidades privadas que prestam serviços de interesse público. Neste tipo de balcão é possível tratar da carta de condução, solicitar nova senha ou caderneta predial junto da Autoridade Tributária, apresentar despesas junto da ADSE, tratar de assuntos relativos a emprego e formação profissional, alterar a morada do cartão de cidadão, solicitar o cartão europeu de seguro de doença ou realizar os serviços e-fatura, entre muitos outros.