GNR identifica grupo por suspeita de furtos em supermercados

A GNR identificou em Idanha-a-Nova, um homem e quatro mulheres, com idades compreendidas entre os 35 e os 50 anos, por suspeita de furtos em estabelecimentos comerciais. A operação teve início numa “denúncia por tentativa de furto num supermercado no concelho de Penamacor”, informa a GNR em comunicado, acrescentando que da operação policial que se seguiu a “viatura em fuga” foi intercetada por uma patrulha, verificando que o “veículo que transportava os cinco indivíduos suspeitos”.

A guarda informa que os indivíduos “são suspeitos de terem realizado 17 furtos em supermercados e hipermercados, em várias zonas do país, nomeadamente nos distritos de Castelo Branco, Évora, Santarém e Porto”. Na sua posse tinham “1 390 cápsulas de café, chocolates e vários pacotes com gomas” que foram apreendidos, bem como “os quatro telemóveis e o veículo utilizado nos furtos”.

Os suspeitos foram constituídos arguidos e sujeitos à medida de coação de termo de identidade e residência, sendo os factos remetidos ao Tribunal Judicial do Fundão.