Incubadora Virtual da UBI apoia empresas inovadoras

A incubadora virtual da UBI foi criada em 2018, e pretende “dar resposta às empresas criadas por diplomados da Academia”, sendo que tem apoiado projetos nas “áreas da saúde, da engenharia e das tecnologias da informação”, anunciou a UBI em nota de imprensa.

O sistema de apoio ao empreendedorismo, inovação e transferência de conhecimento, “está a ser utilizado por formados na academia, alguns logo após a conclusão de licenciatura, para transformar as suas ideias em oportunidades de negócio”, frisa a instituição de ensino superior, especificando que este sistema “permite a uma empresa manter a sede social ou uma filial na UBI, mais precisamente na Faculdade de Engenharia”. Trata-se de uma modalidade que favorece empresas que, por exemplo, não necessitam de um espaço físico permanentemente aberto ao público, como é o caso de empresas que utilizam canais comerciais baseados em lojas virtuais.

Outra das vantagens é poderem “utilizar outros espaços, como anfiteatros, a custos mais baixos e, mediante o estabelecimento de protocolos prévios”, explica ainda a UBI.

O Gabinete de Inovação e Desenvolvimento da UBI é a estrutura que presta o apoio necessário à elaboração do processo de acesso à Incubadora Virtual e que faz o seu posterior acompanhamento.