Unhais da Serra vai ter novo posto da GNR

O anúncio de um novo posto da GNR para Unhais da Serra surgiu na reunião pública da Câmara Municipal da Covilhã, na última sexta-feira, pela voz do vereador com o pelouro da proteção civil, Jorge Gomes.

O tema foi levado à sessão pela Comissão de Cidadãos “Por Unhais e pelo Interior” que na sua intervenção apresentou documentos elaborados por entidades oficiais no âmbito da segurança, nomeadamente Academia Militar, a Inspeção-geral da Administração Interna, o anterior Comandante Distrital da GNR e a Guarda Civil, com “citações implacáveis” para demonstrar que o modelo piloto que a GNR manteve naquela vila durante o mês de novembro “não satisfaz as necessidades da população”.

Luís Máximo, em nome da Comissão perguntou “como tem o executivo coragem de abandonar Unhais da Serra e passar um cheque em branco à GNR?”. O grupo deixou no ar um ultimato ao executivo, para que “fosse recebido” para debater o assunto e exigiu a marcação de uma sessão extraordinária, caso contrário “iremos nós angariar as assinaturas suficientes para o fazer”, disse.

O presidente em exercício na reunião afirmou que a Câmara da Covilhã “não irá agir sob ameaças veladas” alertando no entanto que não é a Câmara que tem responsabilidade na gestão dos postos da GNR, garantindo à comissão que seriam recebidos pelo executivo, “tal como recebem qualquer cidadão”, afirmou Serra dos Reis.

Sobre esta matéria o vereador do CDS-PP, Adolfo Mesquita Nunes reiterou que a autarquia, mesmo não tendo responsabilidade sobre o dossier, “devia prestar mais informação à população, porque os resultados do projeto piloto não estão a ser partilhados”.

No final da discussão, Jorge Gomes, vereador com o pelouro da proteção civil anunciou que já esteve naquela vila, junto com responsáveis pela GNR, “para encontrar um espaço para substituir o atual Posto”. O vereador acrescentou que “pela dimensão que se pretende, não parece que se trate de um simples posto de atendimento”.

Jorge Gomes avançou ainda que o Comandante Distrital da GNR já disse que ”o projeto piloto não será posto em prática no efetivo”. Uma afirmação que sustenta também com “as avultadas verbas que o governo anunciou para a requalificação dos postos da GNR no concelho”, nomeadamente no Paul, o novo posto para o Tortosendo e também o de Unhais da Serra, o que não faz antever qualquer encerramento.

É de referir que a situação do posto da GNR de Unhais da Serra vai estar em debate amanhã, dia 28 de janeiro, na assembleia de freguesia extraordinária, marcada para as 19:00, na sede da junta.