A recuperação do património edificado na região centro continua a ser uma prioridade para o Ministério da Cultura

Na Covilhã a Secretária de Estado da Cultura, Ângela Ferreira disse aos jornalistas que “no atual quadro comunitário (PT 2020) foram investidos 22 milhões de euros na recuperação”, acrescentando que que o Ministério “está a trabalhar com as direções regionais de cultura para saber o que falta ainda fazer neste dossier”. A governante garante que “serão feitos mais investimentos, porque ainda há muito para fazer e nós vamos continuar a apoiar para que a recuperação continue a acontecer”, garantiu.

O levantamento que está a ser feito será para as prioridades a inserir no quadro PT 2030, a verba final ainda não está fechada, mas Ângela Ferreira adianta que “provavelmente vamos precisar da mesma verba do anterior quadro, 22 milhões de euros, embora seja prematuro avançar com verbas”.

Ângela Ferreira falava na Covilhã aos jornalistas à margem da cerimónia de abertura da iniciativa “Natal Com Arte” no último sábado.