Rogélia Proença apresenta a sua 10ª obra

Rogélia Maria Proença apresenta amanhã, o seu mais recente livro de poesia e fotografia. “Poesis: Lug(ar)”, é um livro sobre a Beira Interior e a Serra da Estrela, que a autora afirma ser “um sonho cumprido”, que assume maior importância por ser o 10º livro”, uma obra em que “a palavra é complementada com a fotografia”.

São fotos do “seu espaço afetivo”, a Serra da Estrela e a Beira Interior, “belezas que nos rodeiam e a que devemos dar mais atenção”, frisa a autora. Olhares captados pela objetiva das suas filhas.

Quanto ao livro, está dividido em 12 partes, “numa alusão às 12 partes do dia e da noite”, apresentando um “lado solar e outro lunar”. À Rádio Covilhã, Rogélia Proença explica que “há uma grande diversidade de temas no livro” e cada parte “tem uma personalidade própria”.

O livro será apresentado, na Biblioteca Municipal da Covilhã, pela crítica literária Beatriz Amaral, seguindo-se um momento musical proporcionado por Ruben de Matos e a leitura expressiva de poemas, a cerimónia começa às 15:00.

Rogélia Maria Proença nasceu em 1971, na Covilhã, estudou Língua e Literaturas Modernas em Coimbra, especializando-se em alguns autores portugueses. Atualmente é docente de português e francês, escritora e autora de prosa e poesia. Escreveu “Um amor que vence Chronos” (2013); “O livro dos silêncios” (2013); “Pó de estrelas” (2014); “Papel de seda” (2015); “O Avesso dos dias” (2016); “O mago das palavras” (2017); “Pedras de ouro” (2018); “Margarida a menina mais que malmequer” (2018); “Fragmentos” (2018) e “Poesis: Luga(ar)” , em 2019.