Teatro Municipal: Obra troca de mãos

A remodelação do Teatro Municipal da Covilhã tem nova empresa responsável, anunciou a Câmara Municipal da Covilhã.

Vítor Pereira, presidente da Câmara, explica que a decisão de ceder a posição partiu da empresa a quem foi adjudicada a empreitada, a MRG, que “reconheceu não ter condições para cumprir o plano de obras no tempo estipulado”. A Câmara acedeu à pretensão da empresa “a bem da sua conclusão, em tempo e com qualidade” e para “continuar a beneficiar dos Fundos Comunitários” frisou o autarca.

O edil recorda que apesar de a empresa ser outra, “todas as obrigações contratuais se mantêm”, incluindo o “prazo de conclusão”, admitindo que “possa haver o atraso de algumas semanas”, frisa que é condição “si ne qua non”, manter o plano de obras para que a “troca de empresa seja possível”.

A MRG cedeu a obra ao consórcio que engloba as empresas Tanagra e Now XXI. A obra teve início em outubro de 2018, está orçada em cerca de 4 milhões de euros, os edifícios intervencionados são o Teatro-Cine da Covilhã e a antiga residencial Montalto, dando origem ao Teatro Municipal da Covilhã e ao Centro de Incubação e Apoio a Indústrias Culturais e Criativas, que juntos constituirão o Centro de Inovação Cultural.