Estabelecimento Prisional da Covilhã irá ser requalificado com mão-de-obra dos reclusos

Vão iniciar-se obras de requalificação no Estabelecimento Prisional da Covilhã (EP) com mão-de-obra dos reclusos, no que diz respeito ao melhoramento das camaratas e das casas de banho, afirmou a Secretária de Estado Adjunta e da Justiça, Helena Mesquita Ribeiro, no âmbito da sua visita à Quinta de São Miguel do Estabelecimento Prisional da Covilhã, que decorreu na passada terça-feira, 25 de junho, contudo a governante reforça o facto de o estabelecimento “necessitar de crescer e de mais espaço”.

A governante refere que relativamente à ampliação e requalificação do EP existe “uma vontade muito séria nesse sentido”, reforçando que o espaço envolvente permite fazê-lo e “preencher algumas lacunas, nomeadamente a nível de espaços de recreio”, sendo que há a possibilidade de criação de um pavilhão desportivo. É um projeto da Direção Geral da Reinserção e Serviços Prisionais em que espera o apoio da autarquia com a qual já “iniciaram conversações”, afirma Helena Mesquita Ribeiro.

Segundo a Governante, outro dos projetos de requalificação na Covilhã, é na Quinta de São Miguel do Estabelecimento Prisional da Covilhã de forma a dar utilidade ao canil que atualmente se encontra desativado.

No final da visita, a Secretária de Estado fez um balanço positivo, afirmando que o que encontrou “supera as expectativas, apesar das dificuldades com que se deparou”, nomeadamente “o edificado que necessita de melhoramentos e ao nível da reinserção encontrar outras formar de ocupação da população reclusa” afirmou Helena Mesquita Ribeiro.