APD volta ao ativo em Cantar Galo

Depois de algum tempo de interregno a Delegação Distrital da Associação Portuguesa de Deficientes, com sede no concelho da Covilhã, vai voltar ao ativo.

O principal entrave para o seu funcionamento prendia-se com uma sede, explica o presidente da Comissão de Gestão da Associação, Raúl Pereira. Um problema ultrapassado graças “à cedência de um espaço provisório pela União de Freguesias de Cantar Galo e Vila do Carvalho”. Em nota de imprensa, Raúl Pereira frisa que o apoio à delegação ficou expresso numa reunião, com o presidente de junta Pedro Leitão, bem como a cedência de “internet, luz e outros serviços”.

Uma solução provisória explica ainda Raúl Pereira, especificando que de futuro a Associação irá ocupar um espaço no “Centro de Inovação Social, logo que as obras que decorrem no antigo liceu da Covilhã estejam concluídas”, avançando que este é o compromisso assumido pelo vereador José Miguel Oliveira.