SCC: 5 caras novas no plantel com lugar para mais contratações

O Sporting da Covilhã apresentou ontem, segundo dia de trabalhos da temporada, o plantel que Ricardo Soares tem para já à disposição.

21 jogadores estão a treinar no Covilhã, entre eles as 5 caras novas do plantel, os defesas Daniel Martins (ex-Penafiel) e Brendon Lucas (ex-Académica), o médio Filipe Cardoso (ex-Coimbrões), os avançados Santiago da Silva (ex-Coimbrões) e Daffé (ex-Gondomar). Integrados no grupo, para serem observados durante a pré-época, está o júnior Madaleno e Ruan e Davi, ambos seniores de primeiro ano, oriundos da formação serrana.

Segundo José Mendes, “o plantel não está fechado”, ao grupo podem chegar mais quatro ou cinco atletas, “mas também pode haver saídas”, elucidou o dirigente, avançando que o grupo final terá 24 atletas, garantindo que será sempre “criterioso” nas contratações, tendo em conta “o valor do jogador, mas também do homem”, frisou.

O Presidente refere que o primeiro objetivo do grupo de trabalho “é a manutenção”, logo que seja garantida o clube “pode pensar noutros voos”, mas mantendo a linha da gestão que implementou nos últimos anos “ser um clube cumpridor”, referindo às questões financeiras.

O presidente serrano pediu também “o apoio dos sócios” para dar continuidade “à excelente segunda volta que o clube fez na época passada”.

Ricardo Soares, técnico da equipa, disse aos jornalistas que é nas alas que está a maior carência do clube e vai também chegar um terceiro guarda-redes, embora saliente, tal como fez o presidente, querer ser “criterioso” no recrutamento e “aumentar a competitividade interna”. Espera estar a trabalhar com o grupo fechado “o mais rápido possível”, afirmando-se atento ao que o mercado, entretanto possa “oferecer” e esperando que “não haja saídas”.

O sucessor de Filó no Covilhã, não olha a lugares na tabela, mas afirma que “o resultado estará sempre em primeiro”. Promete apresentar “um futebol positivo, de ataque e pressionante, que possa encher de orgulho a gente da Covilhã”.

Aos adeptos o técnico garante, que em casa o Covilhã será “dominador”. Ricardo Soares garante que irá aproveitar as características particulares do Santos Pinto, para fazer “do jogar em casa o ADN” do clube.

Na apresentação à imprensa esteve presente Vítor Pereira, presidente da Câmara da Covilhã, que transmitiu ao grupo de trabalho a “vontade inquebrantável dos associados, do presidente da Câmara e dos associados” de ver o clube num patamar mais elevado. A conseguir-se essa ambição, a I Liga, o autarca mostrou-se convicto que “tão depressa não se saí de lá”, deixando uma palavra de confiança ao presidente serrano que “saberá ter uma equipa à altura desses acontecimentos”, frisou.

Ricardo Soares tem para já, ao dispor os guarda-redes Igor Araújo e Bruno Bolas. Na defesa Jean Batista, Tiago Moreira, Daniel Martins (ex-Penfiel), Jaime Simões, Zarabi, Brendon Lucas (ex-Académica), Joel e Agostinho Soares. Os médios Guilherme Rodrigues, Gilberto, Filipe Cardoso (ex-Coimbrões), Mica Silva e Leandro Pimenta e os avançados Adriano Castanheira, Deivison Borges, João V. Bonani, Kukula, Santiago da Silva (ex-Coimbrões), Abdoulaye Daffé (PL, ex-Gondomar).

Saíram Vítor São Bento (Xanthi, Grécia), Rafael Vieira (Farense), Henrique Gomes (Gil Vicente), Diego Medeiros (Paços de Ferreira), Zé Pedro (Swope Park Rangers, EUA), Kisley, Rick Sena, João Cunha, Diogo Neto, Sérgio Semedo.

O Sporting da Covilhã tem sete jogos agendados durante a pré-época e a apresentação aos sócios está marcada para dia 20, às 17:00 ou 18:00 horas, frente ao Paços de Ferreira, recém-promovido à I liga.