PSD reuniu com AECBP na Covilhã

No passado fim-de-semana, os candidatos do círculo de Castelo Branco pelo PSD às legislativas estiveram na Covilhã, onde se reuniram com a Associação Empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor (AECBP).

A reunião decorreu na sede da AECBP, onde os candidatos do Partido Social Democrata “ouviram várias queixas relativas à baixa taxa de execução, à demora em reembolsar as verbas incluídas nos projetos aprovados no âmbito do Portugal 2020 e o impacto que causam na própria sobrevivência das empresas concorrentes” descreve o partido em nota de imprensa.

A “excessiva burocratização na entrega dos projetos em sede de candidatura” que tem causado problemas a microempresas destes concelhos (Covilhã, Penamacor e Belmonte) em conseguirem concorrer a tempo a programas operacionais, e a temática das majorações aos territórios de baixa densidade foram outros assuntos em destaque.

As portagens na A23, o aumento do preço da energia, o IC31 e a ferrovia foram assuntos também revistos pois, segundo o PSD, “são também vistos como essenciais para que as empresas já sediadas no distrito possam crescer, bem como atrair novos investimentos, essenciais para promover o aumento dos rendimentos das empresas e famílias”.

O comunicado de imprensa refere ainda que “os candidatos do PSD abordaram as várias temáticas, comprometendo-se a lutar por uma diminuição do IRC e uma mobilidade regional efetiva, que permita às empresas baixar os seus custos de contexto e serem mais competitivas. A redução significativa nas portagens na A23, bem como a defesa de um tratamento diferenciado para os territórios de baixa densidade foram ainda temas que o PSD garantiu defender”.