Áreas científica e tecnológica da UBI classificadas em ranking da Times Higher Education

O trabalho desenvolvido na informática, engenharia e tecnologia é reconhecido nas mais recentes listagens do Times Higher Education, que analisam as melhores universidades do mundo.

Nas listagens divulgadas esta terça-feira, a Universidade da Beira Interior surge no intervalo entre a posição 201 e a 250, entre 300 que a Times Higher Education Computer Science analisou. Surge no intervalo 251 e 300 no Times Higher Education Engineering and Technology, de um total de 500 que estão listadas.

De acordo com Paulo Moniz, Vice-Reitor para a Área da Investigação Científica, a boa posição da UBI nestes rankings específicos de áreas de cariz científico e tecnológico “é muito positivo e motivador” e “revela que a universidade continua a afirmar-se de forma gradual e em termos de qualidade e diferença”.

À semelhança dos restantes rankings do prestigiado THE, os peritos avaliam os indicadores das cinco principais atividades das instituições de ensino superior: Ensino, Investigação, Citações, Internacionalização e Transferência de Conhecimento.

Os resultados, ainda segundo Paulo Moniz, são “um foco de atração de novos alunos e investigadores”, sobretudo “para candidatos de países lusófonos e entre as comunidades portuguesas espalhadas no Mundo”. Considera-os, simultaneamente, um argumento muito válido para apresentar aos painéis de avaliação das Unidades de Investigação (UID), porque demostram que na UBI se alcançam níveis de excelente produtividade, através de várias métricas e indicadores, e por isso “as UID são seguramente candidatas a obter a classificação de Muito Bom ou melhor ainda”.