Centro Académico Clínico das Beiras (CACB) com trabalho de excelência

As primeiras Jornadas de Investigação Clinica das Beiras, que decorreram na última sexta-feira, no Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira, puseram em evidência a quantidade e qualidade da investigação produzida nas instituições do consórcio formado pela UBI, os politécnicos de Castelo Branco, Guarda e Viseu, o Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira e o Tondela-Viseu, as Unidades Locais de Saúde da Guarda e Castelo Branco e como convidados o Aces Cova da Beira e o Dão Lafões.

Um dia repleto de comunicações científicas, mas que “apenas refletem um décimo do que foi feito na região”, salientou Taborda Barata, presidente do CACB. O responsável afirma que “o Centro Académico vai fazer a diferença nesta área”.

Taborda Barata falava na sessão de abertura das Jornadas, num dia que apelidou de “histórico”. O presidente salientou o facto de ao invés de se apresentarem “várias instituições desagregadas, a trabalhar em eixos diferentes, há desiderato comum, uma decisão voluntária de nos articularmos em eixos estratégicos para o ensino, para a investigação e para os cuidados de saúde, que faz a diferença”, explicou.

Para o Presidente da Câmara Municipal da Covilhã, Vítor Pereira o Centro Académico Clínico das Beiras “é um bom exemplo da necessária cooperação e criação de sinergias entre todas as partes para que o trabalho seja muito mais produtivo e para se atingir um patamar de excelência”.

Palavras também sublinhadas pelo anfitrião do evento e Presidente do Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira, João Casteleiro que para além de referenciar a importância do encontro, considerando-o “um bom exemplo da nossa complementaridade e entreajuda na interioridade” provando que é mais o que une cada um do que o que separa.

João Casteleiro salientou ainda a importância da investigação clinica para “melhorar as práticas clínicas e consequentemente aumentar a qualidade dos serviços assistenciais e também de ensino.” Para o presidente do CHUCB a investigação é uma ajuda fundamental para o tratamento e para o diagnóstico.