Covilhã tem curso para promover a internacionalização de empresas

Está formalizada a parceria entre a UBIExecutive e a Agência Portuguesa para o Investimento e Comércio de Portugal (AICEP), com vista ao desenvolvimento de um curso de formação avançada a ministrar naquela escola, já em março. A assinatura do protocolo decorreu esta quinta-feira na UBI, altura em que o reitor, António Fidalgo, realçou os índices de exportação que o país já atingiu, salientando que na região, a “UBI tem que ter um papel interventivo na internacionalização das empresas”, razão principal para estabelecer esta parceria.

Com o nome “Export Advance Covilhã”, este curso conjuga as componentes académicas e práticas, e será direcionado para colmatar as maiores “dificuldades sentidas pelas Pequenas e Médias Empresas (PME) da região, no processo de internacionalização”, explicou João Dias, administrador da AICEP, salientando que “empresas que fazem este tipo de preparação, reduzem o risco e o custo no processo”, pois evitam “desaires” que são consequência da “falta de preparação” para encarar o mercado externo. Este primeiro curso vai acolher 50 formandos e terá a duração de 52h.

A formação inclui módulos sobre a inovação empresarial, o marketing e as formas de entrada em mercados externos, a logística e distribuição internacional, bem como a viabilidade económico-financeira para as empresas. Um programa ajustado ao diagnóstico feito pela AICEP que concluiu que “mesmo empresas com um bom produto falham na internacionalização”, por não dominarem o setor. Com esta formação, a componente prática permite “acompanhar a elaboração de todo o processo” e mesmo depois de concluída a formação, “os técnicos da agência irão continuar a monitorizar cada uma das empresas, garantiu João Dias. Para o administrador da AICEP esta formação “vai fazer muito pelas exportações e pela base empresarial do interior, para que possa entrar no ciclo virtuoso do mercado internacional”.