“Desconto nas portagens é insuficiente” reconhece Secretário de Estado

“As SCUT deveriam ser isso mesmo, SCUT, vias sem custo para os utilizadores”, a declaração é de Eurico Brilhante Dias, Secretário de Estado para a Internacionalização. O governante falava na Universidade da Beira Interior durante uma sessão de esclarecimentos sobre internacionalização de empresas e respondia a uma questão de Luís Veiga, do Movimento pela Subsistência do Interior, sobre o custo de portagens na A23.

 O empresário sublinhou que “este é o maior custo de contexto para as empresas da região”, chamando a atenção para as dificuldades que tal cria para o crescimento e “reforço das exportações e internacionalização”. Recordar que o Movimento de Empresários pela Subsistência do Interior é uma das 7 entidades que integram a Plataforma pela Reposição das SCUT.

Na resposta, Eurico Brilhante Dias sublinhou o desconto introduzido no início do ano para veículos de mercadorias, e afirmou que considera “insuficiente” essa medida. “Todos gostávamos que as SCUT assim continuassem”, apesar do enorme “peso orçamental que elas representam”, frisou. Para o Secretário de Estado é “positivo que as empresas tenham visto a fatura com as portagens diminuída, no início do ano”.

Foto: Jornal Público