“Candidatura a Capital Europeia da Cultura traz mais-valias”

“Candidatura a Capital Europeia da Cultura traz mais-valias”, é o argumento que José Armando Serra dos Reis, presidente em exercício na última reunião do executivo, utilizou para defender que a Câmara Municipal da Covilhã elaborou uma candidatura para o efeito, respondendo assim ao desafio de Adolfo Mesquita Nunes, vereador do CDS-PP.

Para o centrista a Covilhã “deveria aproveitar o investimento estrutural que está a fazer no Teatro Municipal” e ver na Candidatura a Capital Europeia da Cultura “uma oportunidade, para passar a ter uma programação cultural mais coerente”.

Regina Gouveia, vereadora com o pelouro da cultura, responde que “a autarquia está atenta para não ficar de fora”, acrescentando que com o “novo Teatro Municipal haverá um novo paradigma da cultura na Covilhã e da Covilhã”.

José Armando Serra dos Reis foi mais direto e afirmou que defende a “apresentação de uma candidatura”, que mesmo não sendo aprovada, traz mais-valias”, explicando que “obriga a refletir o que seria a Covilhã, Capital Europeia da Cultura”.

É de recordar que a Guarda apresentou formalmente candidatura que conta com o apoio, entre outros, do Município da Covilhã.