“Apoios para fixação de empresas nas freguesias rurais são urgentes”

O presidente da Junta de Freguesia das Cortes do Meio, desafiou a Câmara Municipal da Covilhã, a criar um conjunto de incentivos às empresas para se localizarem nas freguesias rurais do concelho. Jorge Viegas, propõe que se faça “um regulamento de estímulo à economia local”, que possa prever “isenção de impostos, permitir a instalação nas escolas inativas e rendas mais baixas nos edifícios municipais”, para as empresas que se queiram ali fixar.

Para o autarca, esta “será uma forma de promover emprego e consequente fixação de população, gerando mais valor no concelho”.

Uma ideia aplaudida por Vítor Pereira, que não se comprometendo com a sua concretização, considerou que “a criação de um regulamento de incentivos, de amplo espectro, poderá ser uma linha a seguir pelo município”.