Entradas e visitas guiadas grátis dia 18 no Museu de Lanifícios da UBI

Celebra-se a 18 de abril o “Dia Internacional dos Monumentos e Sítios”, instituído em 1982, o dia visa promover os monumentos e sítios históricos e valorizar o património português, ao mesmo tempo que tenta alertar para a necessidade da sua conservação e proteção. A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), adotou este ano o tema “Património e Paisagem Rural”.

O Museu de Lanifícios na Covilhã assinala o dia com entradas e visitas guiadas, gratuitas, nas exposições permanentes “Da Manufactura à Industrialização dos Lanifícios”, “Tinturarias Pombalinas da Real Fábrica de Panos no século XVIII “e na “Industrialização dos Lanifícios nos séculos XIX-XX”

No programa consta ainda a inauguração da exposição de fotografias paisagens rurais: interioridades, na Real Fábrica de Panos, que ficará patente ao público até dia 19 de maio. Trata-se de uma mostra fotográfica, de Diana Lurdes Guerra e Glaucia Benites, alunas do Mestrado em «Estudos de Cultura» da UBI, sob orientação de Gabriel Magalhães, em parceria com o Museu de Lanifícios da UBI.

Para as 16:00 está agendada mais uma edição da tertúlia “Tarde no Museu” a decorrer na Real Fábrica Veiga, subordinada ao tema “Os negociantes de lanifícios e a justiça”. Como orador estará José Avelino Gonçalves, Juiz Desembargador e Presidente da Comarca de Castelo Branco.

Às 17:00, terá lugar uma visita guiada à exposição documental “A Justiça e os lanifícios na Covilhã nos séculos XIX-XX”, organizada pelo Tribunal Judicial da Covilhã, em parceria com a Universidade da Beira Interior e o Museu de Lanifícios e que ficará patente ao público na Real Fábrica Veiga, até 26 de maio. A mostra apresenta uma parte do acervo documental do Tribunal da Covilhã, que, ao integrar os processos judiciais que correram neste juízo nos séculos XIX-XX, revelam toda uma sociedade associada à atividade dos lanifícios.