Conquistadas “paz, pão, saúde e habitação” é preciso “união”

Recordando o slogan celebrizado por Sérgio Godinho, “Paz, Pão Saúde e Habitação”, o presidente da Assembleia Municipal da Covilhã, João Casteleiro “não tem dúvidas” de que são itens que melhoraram comparando o antes e o pós 25 de Abril. As condições de alimentação melhoraram, a paz está conquistada com o fim da “traumática” guerra colonial, as condições de habitabilidade melhoraram e na saúde, embora não sendo perfeito, “o Serviço Nacional de Saúde é, provavelmente, a melhor conquista de abril” referiu.

Conquistas que ainda assim “não fazem cumprir Abril” na sua plenitude. Para o presidente da Assembleia Municipal da Covilhã, no nosso país “é preciso esbater assimetrias, para que o espírito de abril se cumpra”. Para João Casteleiro “o diagnóstico está feito, e não vale a pena retardar o tratamento”, é preciso “avançar com o investimento que o interior merece e a que tem direito”. No seu discurso apelou à mudança de mentalidades para que seja possível a “cooperação entre forças políticas”, em contraponto “à divisão em defesa de interesses partidários”.

Considerou na sua intervenção que a união “entre os representantes da Covilhã e do interior”, nas autarquias e nas organizações nacionais como a Assembleia da República “é fundamental”. Referindo que “a maioria das reivindicações e visões estratégicas são comuns”, apelou “ao consenso e agregação de esforços”, esquecendo as divergências, “porque o interesse comum assim o exige”. Para João Casteleiro é preciso pôr em prática máxima “é mais o que nos une, do que aquilo que nos divide”.