Coletividades da Covilhã vão ter agenda partilhada

A partir de janeiro do próximo ano, a Câmara Municipal da Covilhã vai “disponibilizar uma plataforma para agilizar todas as comunicações com o mundo associativo” e que permitirá “comunicar entre as próprias associações”, anunciou José Miguel Oliveira, vereador com o pelouro do associativismo na CMC. O “objetivo é agilizar processos e partilhar conteúdos”, salientou.

Uma ferramenta que será fundamental na elaboração do plano de atividades, por exemplo, uma vez que terá uma “agenda partilhada”, que todos poderão consultar. O vereador destaca ainda o “banco de empréstimos”, que permitirá a partilha de “recursos e de meios” de uma forma célere.

Salientando que esta foi uma ideia que “partiu do próprio movimento associativo”, José Miguel Oliveira mostra-se convicto de que “irá permitir uma maior interligação entre associações”.