“Até os Santos Dançam” arranca a 7 de junho

Pelo 12º ano consecutivo a Banda da Covilhã, em parceria com diversas instituições da cidade levam a cabo a iniciativa “Até os Santos Dançam”, no jardim público da cidade, todas as sextas e sábados, a partir já do dia 7 de junho e caso Portugal passe à final da Taça das Nações no domingo, dia 9 com ecrã gigante, em camião palco.

Um projeto que começou por ser um recriar das tradições esquecidas, tem ao longo dos últimos anos granjeado simpatia, fama e muito público. As sardinhas, os manjericos, as fogueiras, as marchas populares, e os bailaricos à moda antiga, são alguns dos ingredientes da festa.

Este ano uma das novidades é a criação de um espaço solidário, que será dinamizado por associações de cariz social e humanitário. O certame demonstra também a sua preocupação ambiental e adota pela primeira vez a utilização de copos recicláveis.

A organização é da Banda da Covilhã, Associação Cultural Desertuna, em parceria com a Covilhã Eventos e o apoio do Município da Covilhã, União de Freguesias de Covilhã e Canhoso, Remax IDEIAS, Paróquia de N.ª Sr.ª da Conceição, Junta Regional da Guarda, Fraternidade Nuno Álvares, Agrupamento 20 CNE, Delegação da Cruz Vermelha da Covilhã, Núcleo da Liga Portuguesa Contra o Cancro, AJAS, Casa do Menino Jesus da Covilhã, Escola Pé de Dança, 4ª Parede, Coolabora e Encantatuna.