Ardinas distribuem “novo” JF

A edição desta semana do semanário “Jornal do Fundão” apresenta-se renovada, com novo grafismo, novas rubricas, novos colunistas, quatro suplementos mensais e uma maior aposta no digital. A edição vai ser distribuída por jovens “ardinas” nas ruas das cidades da Covilhã, Castelo Branco, Fundão e Guarda, bem como em algumas aldeias do distrito.

O novo grafismo e o design, pretende tornar o jornal fundado por António Paulouro “mais moderno, apelativo e de fácil leitura”, explica a direção do jornal em nota de imprensa, explicando que a “mudança de conteúdos”, com a estreia de “novas rubricas, dando voz a novos protagonistas e colunistas”, pretende tornar o jornal “mais próximo dos leitores, dos seus problemas e expectativas, para ser mais plural e dar voz ao interior”.

Para Nuno Francisco, atual diretor do “Jornal do Fundão”, “é uma mudança a dois tempos, primeiro com a edição em papel e depois com o digital, onde faremos forte aposta”. Explica que “com a nova edição em papel pretendemos ter um jornal graficamente mais moderno e atraente, mas também com conteúdos que apostem na proximidade com os leitores e apelem à sua participação cívica”.