Ação coletiva contra o lixo: “missão superada”

A adesão à ação coletiva de recolha de lixo desenvolvida no Dia Mundial do Ambiente, 5 de junho, “superou as expectativas”, disse em jeito de balanço à Rádio Covilhã, Jorge Proença, da Associação Guardiões Serra da Estrela.

A ação, que envolveu ainda o Núcleo de Estudantes de Medicina da Universidade da Beira Interior, o Movimento Académico de Proteção Ambiental e a Associação Geopark Estrela, e a que se juntaram algumas escolas da região, decorreu durante a manhã na Torre, onde “apesar das condições adversas”, foi possível “recolher detritos de grande volume, como pneus e até restos de chapas”, disse o responsável. As escolas, por questões de segurança, dado o nevoeiro denso, “efetuaram a ação de recolha no Covão do Boi” e decorreu tudo “muito bem”, realça.

Ao início da tarde, um novo grupo de alunos juntou-se aos ambientalistas para “limpar o troço da Ribeira da Goldra entre a Ponte do Rato e a Ponte Martir In Colo”, especificou. “Pneus, jantes automóveis e roupas” foram alguns dos detritos recolhidos pelo grupo. Logo depois desta ação teve lugar uma caminhada entre a Covilhã e a Boidobra. Vários trilhos foram percorridos por alguns grupos, de forma a “cobrir o máximo de território” e recolher “o lixo que foram encontrando”.

Para além da recolha, Jorge Proença realça a que o importante é a sensibilização e nesse aspeto pode afirmar que o dia teve “missão superada”.