João Fonseca na Rampa Pêquêpê para ganhar

João Fonseca arranca para as duas últimas provas do Campeonato Nacional de Montanha com o propósito de ganhar.

Depois de ultrapassado o problema mecânico que o impediu de pontuar na Rampa Porca de Murça, o piloto, que veste as cores do Sporting da Covilhã, parte para Arrábida, com a garra necessária para regressar às vitórias “embora não seja necessário”, afirmou à nossa reportagem.

Teoricamente já “deitou fora” o pior resultado da temporada, como todos os pilotos terão de fazer, e encara as duas provas que faltam com a mesma determinação com que enfrentou as 5 primeiras em que foi o vencedor.

O Silver Car F 10 também está no seu máximo potencial, depois de resolvidos todos os problemas. À Rádio Covilhã explica que foi substituída a caixa de velocidades, foi alvo de uma revisão profunda e está “com um potencial fantástico”, frisa o piloto.

Importante para a reta final do campeonato é o “carinho e apoio dos covilhanenses” que “sempre me acompanharam ao longo da carreira” sublinha João Fonseca, mas que esta época, “graças à parceria com o Sporting da Covilhã, surpreendeu pela positiva”, refere.

As contas desportivas ainda não estão fechadas, mas as que mais preocupam são as financeiras. “As contas que me deveriam preocupar não eram estas, mas são as que mais dão dores de cabeça” desabafa o piloto, uma vez que “conseguir apoios sempre foi o mais difícil”. Garante que neste campo “só descansa quando cumpre todos os compromissos” o que pretende fazer “até final da temporada”.

Este fim-de-semana realiza-se a rampa Pêquêpê, na Arrábida onde os principais adversários serão, como aconteceu desde a primeira prova, Hélder Silva (Juno CN 09) e José Correia (Osella Pa2000).

A última prova do campeonato terá lugar a 28 e 29 de setembro em Boticas.

Hélder Silva com 134 pontos lidera o campeonato, seguido de João Fonseca com 133, o terceiro é José Correia com 100 pontos. Recordar que no final das 8 provas, a todos os pilotos será retirado uma das classificações, a pior, contando para o resultado final as melhores 7. João Fonseca nesta altura não pontuou numa das seis realizadas, os outros dois pilotos pontuaram em todas.