Franciscanismo em debate

O Franciscanismo na Beira Interior vai ser debatido na Covilhã a partir de amanha e até dia 6 de Outubro num evento promovido pela Santa casa da Misericórdia.

A vontade de efetuar uma reflexão partilhada sobre os valores deixados por Francisco de Assis esteve na origem deste encontro, explica Neto Freire, provedor da Santa Casa da Misericórdia da Covilhã.

Os encontros irão decorrer na Igreja da Misericórdia, na de Nossa Sra da Conceição e na Santa Casa. Estão organizados em três áreas distintas, para abranger “o maior número possível de participantes”.

Ao longo dos três dias o programa divide-se em comunicações mas também terá momentos musicais, vistas guiadas e momentos teatralizados, tendo como denominador comum as marcas franciscanas. O encerramento, dia 6 às 19 horas será com uma eucaristia celebrada por Vítor Melícias, cuja homilia será sobre o significado de ser franciscano hoje.

Carlos Madaleno adianta ainda que com este encontro se pretende chamar a atenção para a lacuna que existe no levantamento histórico das marcas franciscanas na região.

Os Franciscanos chegaram a Portugal há 800 anos, efeméride que se comemora desde o ano passado, o presidente das comemorações Frei Manuel Gonçalves estará na abertura destes encontros para falar sobre as marcas do Franciscanismo até hoje, explica ainda Carlos Madaleno.

A abertura deste 1º encontro sobre o Franciscanismo na Beira Interior está marcado para as 10:00 de amanhã na Igreja da Misericórdia.