Igrejas do Mundo no Museu de Arte Sacra

É inaugurada este domingo, no Museu de Arte Sacra, na Covilhã a exposição “Igrejas do Mundo”, que ficará patente ao público até 28 de abril.

Trata-se de uma exposição mista de fotografia de Luís Agostinho e miniaturismo de João Fernandes, que através de técnicas muito diferentes, revelam algumas das mais belas estruturas eclesiásticas espalhadas pelo mundo.

A cerimónia de inauguração terá lugar no próximo domingo, pelas 16h00, com um momento musical proporcionado pelo Coro Infantil do Conservatório de Música da Covilhã.

Luís Agostinho iniciou o seu percurso no mundo da imagem aos 16 anos. Em 1999 abriu a sua empresa de imagem, a qual trabalha com várias revistas e jornais locais e regionais. Tem trabalhos publicados nas áreas de publicidade, da moda, em páginas na Internet e desenvolvimento de CD-ROM interativos, entre outros.

João Fernandes tem 62 anos e trabalha na administração local. Há mais de trinta anos que constrói réplicas de edifícios públicos, reutilizando fósforos queimados que são minuciosamente escolhidos para o efeito. Foi o amor à arte e o brio por este tipo de trabalho que o levaram a gastar centenas de milhares de fósforos, para recriar edifícios emblemáticos da nossa região.

A exposição “Igrejas do Mundo” estará patente ao público de 30 de março a 28 de abril, podendo ser visitada de terça a domingo, entre as 10h00 e as 18h00, com entrada gratuita, no Museu de Arte Sacra da Covilhã.