Mico Mineiro inicia competição na classe rainha do Campeonato Nacional de Velocidade Clássicos

O tortosendense Mico Mineiro, depois de se ter sagrado, tricampeão nacional no Grupo 5, vai correr esta época na classe rainha, a H75, do Campeonato Nacional de Velocidade Clássicos, no que considera “um novo desafio”.

O piloto encara este ano “como uma aprendizagem”, esperando que “seja favorável e que possa permitir viver algumas alegrias”, afirmou à Rádio Covilhã. Mico Mineiro mostra-se “expectante” para a estreia, este fim-de-semana, no Estoril. Numa classe recheada de “grandes nomes do automobilismo”, considera-se o “único condutor” entre os pilotos que vão alinhar, onde espera “evoluir e andar prova a prova cada vez mais próximo dos principais adversários”.

Aplicando a máxima “em equipa que vence não se mexe”, pelo “quarto ano consecutivo”, o piloto vai correr com a mesma equipa mecânica, “com um carro preparado e montado na região”, salienta, afirmando que é imprescindível o apoio de Miguel Marques na sua equipa mecânica.

Sem prometer troféus, pretende “acabar no melhor lugar possível”, Mico Mineiro relembra que “tudo neste fim-de-semana vai ser uma estreia absoluta”. Refere que “nunca guiou este motor no Autódromo do Estoril”, tem uma potência superior ao que “tinha no ano passado”, parte por isso com grandes expectativas.

Neste primeiro fim-de-semana de competição, os treinos livres irão decorrer no sábado de manhã e os cronometrados à tarde.

Mico Mineiro é licenciado em Engenharia Automóvel, tem 39 anos, começou no kart há 27 anos, em Évora. Já participou no Campeonato de Montanha, no de Rally e no de velocidade, chegando esta época à classe rainha. Foi campeão regional de kart em 1993 e é tricampeão nacional do grupo 5, no Campeonato Nacional de Velocidade Clássicos.