CMC repõe infraestruturas danificadas pelos incêndios

A Câmara Municipal da Covilhã, em colaboração com as juntas de freguesia e proprietários privados, está a repor as infraestruturas que foram danificadas pelos incêndios do último ano. José Armando Serra dos Reis afirma que as florestas e o ambiente “são importantes para o desenvolvimento do concelho”, sendo por isso “prioritário que as freguesias retomem “o verde” a que nos habituámos”.

O vereador, com o pelouro das florestas e do ambiente, avança que todas as freguesias “serão alvo de intervenções”, destacando Cortes do Meio que “foi a mais afetada pelos incêndios”. Serra dos Reis assegurou também que, até junho, serão repostas as infraestruturas danificadas, nomeadamente “pontes e pontões, sinalética horizontal nas estradas municipais e algumas charcas que também foram atingidas”.

O vereador avança ainda que a Câmara da Covilhã irá continuar a colaborar com os proprietários na limpeza das zonas ardidas, designadamente na recolha de lenhas, para “repor toda a paisagem ambiental do concelho”.