Europeias 2019: PS vence em 19 dos 26 concelhos da Beira Interior

O Partido Socialista alcançou ontem uma vitória contundente na Beira Interior. Os socialistas obtiveram 37,08% dos votos na região, batendo os sociais-democratas, com 25,68%, por mais de 11 pontos pontos percentuais. Outro dos grandes vencedores da noite eleitoral foi o Bloco de Esquerda que conquistou 8,73% dos votos, surgindo como terceira força política na região. Em quarto lugar aparece o CDS-PP (5,31%), seguindo-se a CDU (4,05%), PAN (2,82%) e Aliança (1,73%).

Em termos de mandatos, pelos resultados na Beira Interior, o PS obteria 10 mandatos contra os 7 do PSD (ambos conquistariam mais 1 mandato que no resultado global do país). Quanto aos restantes partidos, o Bloco conseguiria 2 eurodeputados, o CDS-PP elegeria 1 eurodeputado e a CDU também. O resultado do PAN na Beira Interior seria insuficiente para eleger representantes do partido em Bruxelas.

PS vence nos 5 concelhos mais populosos (Covilhã, Fundão, Seia, Castelo Branco e Guarda)

O Partido Socialista venceu em 19 dos 26 concelhos da região, fazendo o pleno nos 5 municípios com mais habitantes. Na Beira Interior, as maiores vitórias dos socialistas ocorreram em Vila Velha de Ródão (53,12%), Idanha-a-Nova (50,81%) e Penamacor (44,96%). Por outro lado, os piores resultados do PS verificaram-se em Vila de Rei (20,42%), Oleiros (24,82%) e Aguiar da Beira (27,76%), locais onde o PSD foi a força mais votada. Além destes 3 concelhos, a lista encabeçada por Pedro Marques apenas foi derrotada na Sertã, Mêda, Pinhel e Almeida.

A Covilhã foi o concelho da Beira Interior onde o PSD obteve o pior resultado

Os sociais-democratas obtiveram apenas 13,58% dos votos no concelho da Covilhã, naquela que foi a percentagem mais baixa do PSD no conjunto dos 26 municípios da região, seguindo-se Belmonte (16,41%) e Idanha-a-Nova (17,96%). Em contrapartida, a lista liderada por Paulo Rangel, obteve os melhores resultados em Oleiros (46,45%), Vila de Rei (44,46%) e Aguiar da Beira (38,91%).

BE com o 2º melhor resultado da Beira Interior na Covilhã

A subida do Bloco de Esquerda foi praticamente transversal a toda a região, destacando-se o excelente resultado no concelho da Covilhã. Os 11,94% dos bloquistas no município covilhanense apenas foram batidos pelos 13,01% do BE na Pampilhosa da Serra. No Fundão, o Bloco obteve 11,89%, o terceiro melhor resultado na Beira Interior.

A Covilhã continua a ser o concelho da Beira Interior mais comunista

Apesar da quebra eleitoral da CDU nestas eleições europeias, a Covilhã continua a ser o concelho da Beira Interior onde os comunistas conseguem o melhor resultado. A Coligação Democrática Unitária obteve 8,33% dos votos na Covilhã, tendo as outras melhores votações comunistas na região ocorrido em Mação (8,01%) e Seia (6,39%). No entanto, a CDU ficou atrás do Bloco de Esquerda em todos os concelhos da Beira Interior.

Direita com o pior resultado conjunto da Beira Interior no concelho da Covilhã

A Covilhã é igualmente o município onde os partidos de direita somados (PSD, CDS e Aliança) obtêm a votação mais baixa de toda a Beira Interior, 22,03%. Oleiros, em contrapartida, é o concelho onde estes 3 partidos conseguem o melhor resultado conjunto (52,81%). Em sentido inverso, os partidos de esquerda (PS, BE e CDU) alcançam o 2º melhor resultado conjunto da região precisamente no concelho da Covilhã, com 62,42%, valor apenas ultrapassado em Vila Velha de Ródão (65,32%). O pior resultado dos partidos da “gerigonça” foi em Vila de Rei (26,6%).

Álvaro Amaro será o único eurodeputado da Beira Interior no Parlamento Europeu

O ex-Presidente da Câmara Municipal da Guarda foi ontem eleito para o Parlamento Europeu e será o único representante da região em Bruxelas. Álvaro Amaro era o 5º na lista do PSD às Europeias 2019 e, apesar de até ter perdido no município da Guarda, será um dos 21 eurodeputados portugueses até 2024.

Belmonte foi o município com maior taxa de abstenção

A abstenção na Beira Interior cifrou-se nos 65,62% e, de entre os concelhos da região, Belmonte foi o mais abstencionista com 73% de eleitores que não exerceram o seu direito de voto, sendo seguido de perto por Manteigas (72,49%) e Sabugal (71,59%). Por outro lado, a abstenção foi menor em Vila de Rei (45,97%), Mação (50,61%) e Oleiros (57,91%). Vila de Rei foi mesmo o único concelho da região em que foram mais os votantes que os abstencionistas nestas eleições europeias.

Resultados das Europeias 2019 em todos os concelhos da Beira Interior (percentagens):